29 de dez de 2006

Retrospectiva 2004

Parte I - Sábado, Novembro 20, 2004

Ai, nem acredito que estou sozinha em casa. Esperei tanto por esses dias. Às vezes eu acho que tenho uma vida de freira. Minha vó/mãe NUNCA me deixam sozinha, nunca. Não que as freiras fiquem sozinhas. Pra dizer a verdade eu ñ sei mt sobre as freiras. Nada mais do que é ensinado em "A noviça rebelde". Agora que estou sozinha, vou fazer uma coisa que sempre quis fazer sozinha: ficar sozinha. Nada é mais gostoso do que o desbarulho das pessoas. Do que andar pela casa, olhar pela janela e sentar no chão. Vou pegar um livro. "O diário de Anne Frank". Estou na 70ª página, e estou devorando a cada minuto. Nada é mais gostoso do que ler um livro quando está sozinha em casa. Talvez com um charuto , deitada numa rede. Não que eu goste de charutos. Não que eu fume. Mas pense....é uma cena legal.


[Eu sei que a gente tá no ano 2006, mas a retrospectiva é de 2004. Só uma desculpa pra guardar os textos antigos que estavam no meu antigo blog.]

4 comentários:

Pescador disse...

Nina, feliz 2007!!! Que seja tão bom quanto foi 1993!

Agora, é realmente bom ficar sozinho em casa, ruim deve ser morar sozinho em casa... lavar roupar, arrumar a casa, por o lixo pra fora, catar bosta de bicho, etc...Ai!!! Esquecí de por comida pro cachorro a dias!!! Caramba! Deixa eu ir lá! Um abraço!

Marcelo Sardella disse...

ficar sozinho é bom..
eu quando fico, escrevo, toco violão, edito fotos..

feliz ano novo.
bjos

Noodle disse...

Mas ah...
Vou ter de matar você. Como se concorrer comigo em você-sabe-o-quê não fosse suficiente, você escreve bem demais. E sabe como é, minha filha, a conjuntura sócio-econômica do contexto da atual situação brasileira não permite que as coisas fiquem assim. Por isso, saiba que vou ter de matar você.

Ah, eu li todos os textos que estavam na home, o que mais gostei disparado foi "Como vai você?" Falar de morte é legal. \o/

Mas espere só até meus braços melhorarem...aí sim!

;)

Cineasta 81 disse...

Da última vez que eu fiquei sozinho em casa e fui ler um livro fumando um charuto eu perdí minha casa para um incêndia descontrolado.