15 de dez de 2009

Roteiro como passar 1 semana em São Paulo.

Segunda-feira

Segunda-feira você acorda tarde porque você voltou bêbado do barzinho enquanto assistia final de futebol de algum time randômico e emendou com o Fantástico (alguém ainda assiste Fantástico?) que de fantástico não tem nada porque seu filho adolescente te deu spoiller no jantar de todos os dias-da-semana de cada notícia retratada no programa porque ele tem uma conta no Twitter e você sempre achou que porque ele não lia jornal de papel que nem você ele morreria desinformado.

Você levanta põe a roupa correndo porque Segunda-feira o trânsito é intenso e já é fim de ano o que significa que aquelas pessoas idiotas de outros estados vem pra São Paulo ou comprar alguma coisa que eles ainda não descobriram que dá para comprar pela internet ou comprar material para loja própria. E tem também os caminhões que mesmo com o rodízio continuam por aí porque o rodoanel não está pronto e está tendo obra na marginal Tietê porque ano que vem é ano de eleição daí tem que fazer uns projetos perto pro povo lembrar que você fez alguma coisa e votar em você. Daí você ainda não saiu de casa porque vc pegou fila no elevador do condomínio e aproveitou pra ler num cartaz que tem reunião na Terça-feira ás 20h00 e você dá graças a Deus por estar trabalhando esse horário porque até assistir pela milésima vez Independence Day na SKY é melhor que participar de uma reunião de condomínio. Pensando bem, até elefantíase é melhor que uma reunião de condomínio.

E falando em elefantíase você lembra no caminho para o trabalho que você tem que renovar seu plano de saúde porque eles ligaram avisando que tava faltando um documento e você não teve tempo de verificar isso e já faz quinze dias e vai que você acaba ficando doente porque o tempo ta ruim ta chovendo muito e você morre de medo de ficar sem plano de saúde particular porque até lá tem fila imagina se não tem fila no SUS.

E se entediado fica, é só contar os minutos para chegar até o seu serviço. Até lá são mais onze faróis o que significa mais ou menos vinte e quatro minutos segundo aquele gerador-de-minutos-em-que-você-fica-entre-um-farol-e-outro-na-cidade-de-São-Paulo-ás-segundas-feiras-de-manhã. Mas você sintoniza na rádio de trânsito e tenta relaxar com as musiquinhas que eles tocam para os motoristas relaxarem e esquecerem que levariam menos tempo se fossem a pé do que pegando o carro e poluindo o planeta além de poluir seu próprio bolso porque gasolina não é barato né , vamos combinar, além do mais que você não pode colocar em qualquer lugar porque tem aquele negócio de adulterada e dai os postos de marca fazem aquela coisa de cobrar mais caro da gente só porque eles podem. Mas eles podem, né.

Eaí você chega no seu serviço e é aquele mesmo serviço medíocre de todos os dias, e tem aquele chefe que não olha para você e aquela secretária que você sabe que fica ligando escondido pro namorado que mora no interior quando você não está, e depois quando vem a conta de telefone ela põe a culpa na servente que é terceirizada vamos chamá-la de 45 porque ela não precisa de nome, não precisamos nos preocupar em colocar um nome nela porque se a empresa achar que não precisa mais na próxima semana chega a 46 e fica bem mais fácil enumerando assim para gente não se prejudicar e ficar guardando nome á toa.

E ai você tem vinte minutos para almoçar só que você leva cinco minutos para ir do escritório até o elevador , onde passa dez minutos dentro porque você trabalha no décimo terceiro andar, e são mais cinco minutos até a portaria o que totalizam os vinte minutos que você tinha para almoçar. Mas você leu na revista da semana que sair do ambiente de trabalho pelo menos vinte minutos por dia faz a qualidade dele aumentar então Domingo você passa no supermercado e compra 7 hot pockets da Sadia e ai na hora do almoço você esquenta no microondas da empresa que vocês compraram de presente para a filha do chefe visitar a empresa como desculpa para fazer brigadeiro toda vez que ele viaja.

Dão 18h00 e você reclama da fila para pegar o elevador no prédio e da fila de carros que estão saindo do estacionamento. Dai você reclama do trânsito, da chuva, da esposa que esqueceu de ir no convênio, da elefantíase que te deixou preocupado de manhã, da vizinha que te mandou email corrente porque recebeu um reply da Sônia Abrão, do filho que de novo ficou de recuperação em Física e você é péssimo em Física mas tem que fingir que é bom porque hipocrisia tá na moda e sua filha começou a namorar e ela só tem quinze anos e você não quer conhecer o rapaz porque você tem certeza que ele é um tarado e já são 19horas e você ainda está no trânsito e sua esposa já ligou que a janta está pronta como se ela importasse não é nem ela mesma que faz porque ela trabalha e chega ás vezes mais tarde que ele porque sustentar uma familia de quatro pessoas (sem contar o cachorrinho Tadeu) na capital não é fácil não.

Né.

3 comentários:

The_Tempter disse...

Putz! Sensacional! Quero ver o resto! Logo!

Renan disse...

Zenzazional!!!! Adorey!
Torço muito pra minha rotina nunca chegar perto disso eahheahe
Beijos e boas elefantiases

Milton Fernandes disse...

Fiquei sem folego.