9 de ago de 2006

Anseios de uma alma feminina

Faltavam cinco minutos pras vinte e uma horas quando Thiago me pegou no ponto de ônibus. Expliquei que estava sozinha porque não tinha encontrado nenhuma amiga no apartamento. Mas eu tinha, só não mencionei a festa por medo delas aceitarem e o Thiago acabar achando alguma mais atraente que eu. Não que eu seja egoísta, mas fui eu que trombei com ele na loja de cd’s, então porque dividir o meu achado?
- Não tem problema, tenho certeza que vamos divertir do mesmo jeito – ele deu uma piscadinha.
- De quem é esse carro? – perguntei,curiosa. Tinha um adesivo rosa da Hellokitty no vidro de trás e eu rezei para que não fosse dele.
- É da minha irmã, o meu está no conserto.
Uma van tinha batido no seu carro no dia anterior e acabado com a traseira. Sua irmã estava de férias e ofereceu o carro para que ele não precisasse ir para o serviço sozinho.
- E você,faz o que?
Formada em jornalismo,aos 22 anos,mandei meu currículo para meio mundo e não obtive resposta de ninguém.Nem a academia de jiu-jitsu me quis como secretária.
Como acreditava muito que uma pessoa não podia ter azar na vida profissional e na amorosa ao mesmo tempo, sabia que encontraria um cargo em breve. Mas demorou mais uns dois anos até que eu conseguisse ter um cargo digno, como redatora de um jornal local (ainda que coordenando uma coluna muito pequena) de uma cidade próxima, do interior. Ao invés de descrever todo meu trajeto, respondi com um ar de superioridade:
- Sou redatora de uma coluna num jornal.
- Sério? Interessante. Qual?
- Ahn... jornal local de uma cidade do interior
- Qual o nome do jornal?
- Domingos Local.
- Hum, nunca ouvi falar
E lá se foi meu ar de superioridade.



[De um livro que eu gastei 5 horas pra escrever 7 capítulos em um só dia e nunca mais mexi. Sim, quero terminar de escrevê-lo e não, não é auto-biográfico ;D ]

6 comentários:

LeoVel disse...

tu fez um livro?! o.O
que isso hein, guria criativa essa...
a história tá fodinha tem continuação?
irônico igualzinho a ti
=P
beijos

junior disse...

Muito bacana, não deixe o tempo passar. Onde se passa a história fictícia?

huagha disse...

anseios fartos...

AP disse...

Procurando emprego de secretária, Carmen?

Diego Filipe disse...

Não sabia que você era jornalista...O.o

Ninguém disse...

Não... não é auto-biográfico... e auto-pornoráfico :O